domingo, 8 de julho de 2012

Reagindo ao sofrimento

Tema: APERFEIÇOAMENTO PESSOAL



"A dor é inevitável, o sofrimento é opcional" 
– Carlos Drummond de Andrade

            Já perceberam que a vida é repleta de desafios e dificuldades e que, independente da sua posição financeira, social ou emocional, esses reveses simplesmente aparecem? Pois bem, a mesma situação de dificuldade pode tanto destruir uma pessoa por dentro, quanto fortalecer outra, e aposto que isso vocês já presenciaram e se perguntaram: Qual o diferencial desse ser?
            Existem pessoas que ao passarem por uma dificuldade, normalmente se tornam melhores de certa forma. Como por exemplo: Alguém que entra em um relacionamento problemático, depois de toda a experiência, aprende a perceber sinais de problemas em futuros romances e a lidar com pequenos estresses que antes não conseguia. Ou, alguém que tem tudo o que quer na mão, do nada, sofre um baque financeiro, passa por dificuldades e após superar, começa a dar valor ao dinheiro e aos benefícios que tem.
            Infelizmente, essas melhorias variam de pessoa para pessoa e, assim como existem casos como esses exemplificados, conhecemos alguns onde em vez das pessoas tentarem aprender algo oportuno e sair fortalecidas, passam o tempo apenas se queixando, tendo pena de si e saindo mais fracas.
            O grande diferencial que define se uma adversidade vai te trazer um resultado posterior positivo ou não é “simplesmente” – entre aspas porque, embora simples, não seja fácil – a sua atitude ao enfrentá-la.
            Em posts mais adiante falarei melhor sobre, mas por enquanto, fica a dica de ouro: Quando passar por uma dificuldade na vida, pergunte-se sobre a possível oportunidade de crescimento que você pode obter ao superá-la. Às vezes a resposta pode não aparecer na hora ou pode ser doloroso admitir, mas com o passar do tempo, essa atitude se mostrará positiva, tanto na forma de enfrentar essa adversidade, quanto na percepção do lado bom das coisas, até mesmo nas piores situações.
            Esse conceito não é simplesmente uma questão de pensamento positivo utópico, onde você finge estar tudo bem e que tudo vai dar certo, mas de escolha quanto às atitudes tomadas, referente a acontecimentos simplesmente inevitáveis. Você pode ter pena de si mesmo ou aproveitar a oportunidade para melhorar.
            Certas coisas na vida vão te afetar por fora e por dentro, isso é um fato. Mas a sua reação quanto a isso é optativa. 

Um comentário:

  1. LINDO

    És meu escritor preferido.

    Continua assim.

    Com muito carinho BJS.

    ResponderExcluir